sábado, 11 de agosto de 2018

GORDURA? TÔ FORA!

Antonio Nunes de Souza*

É de conhecimento geral que as pessoas gordas, sofrem bastante pelas discriminações a que são submetidas ao longo de suas vidas, desde a infância até as idades maduras!
E, muitas vezes, talvez sempre, essa aparência recheada é uma culpa dos pais e avós que, querendo que seus descendentes sejam de aparências sadias, forçam muito durante as refeições, fazendo as vontades de seus gosto e, naturalmente, vem aquela quantidade de carnes sobrando nas cinturas, barriguinhas pronunciadas que, na infância ainda se encara como “engraçadinhas”, com suas bochechas papudinhas e arredondadas!

Mas, com o passar dos tempos, essas pobres crianças tornam-se mais lentas, tímidas e, inevitavelmente, vítimas de apelidos nada agradáveis, criando um problema nas formações de suas personalidades.
E, como sabemos de cor e salteado, reverter esses corpinhos exagerados torna-se difícil, pois, com a criação de estímulos para comer, a garotada torna-se gulosa e não tem mais paciência para não se empanturrar na mesa das refeições e nas das merendinhas caseiras e das cantinas dos colégios, ou casas de hot-dogs.

Com essas conjecturas nada agradáveis, vão se tornando adultos com seus corpos avantajados e mal feitos, alguns levando na esportiva os deboches sofridos, assim como a maioria que tornam-se pessoas fechadas, complexadas e com poucos amigos!
Certamente, se você é uma pessoa gorda deve saber muito bem essas facetas e, caso não seja, também tem conhecimento de casos com colegas de colégio, profissão, ou trabalho.
Vale a pena ser pai, amar seus filhos querer vê-los saudáveis e bonitos, mas, para isso, seja comedido nas “forçações” alimentares, inclusive escolhendo iguarias adequadas e recomendadas, por médicos e nutricionistas!

Quando eu era jovem meu querido e saudoso avô me dizia: “Mulher de gordo é feliz porque goza três vezes”! A primeira quando ele tira a roupa e ela morre de ri do seu corpo. A segunda é quando ele sobe sobre ela para transar. E a terceira é quando ele sai de cima e paga, pois gordo só encontra mulher só se for pagando!

Tenham cuidado com suas aparências e, principalmente, com o colesterol. Nada de forçar as criancinhas.
Doutor Delamare, grande Mestre da ciência infantil dizia sempre que a criança na hora que está com fome ele come, não se faz necessário querer entupi-la de alimentos, só porque é meio dia!

*Escritor-Membro da Academia Grapiúna de Letras-AGRAL-antoniodaagral26@hoytmail.com-antoniomanteiga.blogspot.com

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

SER BOM É BOM?

Antonio Nunes de Souza*

Deixa em princípio transparecer uma pergunta tola e ingênua, mas, profundamente analisada, chega-se a uma conclusão sábia de que a bondade nunca fez mal a ninguém, em nenhuma das circunstância das nossas vidas!

Infelizmente, a parcimônia com que utilizam esse comportamento, faz com que tenhamos medos e precauções quando estamos lidando com pessoas que não conhecemos de perto, logicamente, dando o mesmo comportamento para a outra pessoa que, talvez já tenha sido uma vítima, tome também seus justos cuidados.
Essas situações corriqueiras do dia a dia, juntamente, com as decepções “tarde e noite”, nos colocam em guardas fechadas, especulando os mínimos detalhes, no sentido das coisas andarem corretamente, não nos dando os aborrecimentos de praxe no futuro.

As já normais falta de palavras, enganações nas propostas, falhas nas entregas, objetos ou instrumentos fora dos padrões combinados, empresas fictícias, falsos boletos bancários, etc., logicamente, deixam as pessoas apavoradas, aflitas e, completamente, desconfiadas!
Claro que ser bom é muito bom, porém, como ter esse comportamento cheio de lisuras, se sabemos que do outro lado as intenções tem provado, na grande maioria, que são malévolas?

O que jamais devemos fazer é entrar para o bloco dos “sujos”, disputando para ver quem é o mais ruim. Ao contrário, meu amigo! Vamos trabalhar para fazer a esses oportunistas desonestos que, ser ruim, nunca será um vencedor, pois, cedo ou tarde a casa cai e seus esfomeados lucros vão embora da mesma forma que vieram, pois, sempre existirá alguns mais ruins que eles, que não os perdoarão!

Só posso dizer que “ser bom é bom, inclusive deixando a sua consciência aliviada por estar sendo um exemplo de humanitarismo, solidariedade, respeito e cidadania!

*Escritor- Membro da Academia Grapiúna de Letras-AGRAL-antoniodaagral26@hotmail.com-antoniomanteiga.blospot.com


segunda-feira, 6 de agosto de 2018

NÃO ESPERE ACONTECER!

Antonio Nunes de Souza*

Essa observação é bastante pertinente, principalmente para aqueles acomodados, por falta de coragem de encarar de frente os desafios existentes em nossas vidas, cotidianamente, sempre com tendências a se ampliarem, graças aos medos e temores dos fracos de espíritos e sem méritos para se tornarem guerreiros!

Nós todos, sem exceção alguma, sempre temos, ou conquistamos as nossas oportunidades. Porém, para que elas sejam aproveitadas, se faz necessário que exista um desejo forte de alcançar os sonhos e objetivos, força e petulância para absorver os acidentes de percursos, pois esses são, inegavelmente, comparecidos nessas horas, talvez para testar a sua capacidade de superá-los e sair vitorioso nas duras e reais caminhadas!

Jamais espere acontecer como se fosse uma mão divina que está torcendo ou preparando para seu futuro. Esses casos miraculosos só acontecem nos filmes e nas novelas, pois, na vida real, tudo é bastante diferente e se faz preciso que exista dentro de você uma pessoa confiante, segura de si, além de forte o suficiente para enfrentar com galhardia os normais impedimentos sociais, financeiros e, em alguns casos, de saúde também!

Longe de mim está a ideia de desencorajá-lo a enfrentar as realidades. Estou sendo totalmente contrário a isso e querendo abrir os seus olhos para uma realidade existente na vida de todos, esperando que você faça reflexões, passe um filme na sua mente, veja quantas oportunidades você já jogou fora, tudo isso por causa do seu comodismo, falta de confiança em sua capacidade, ou até com esperanças infantis baseadas nas crendices de que “o futuro a Deus pertence”. Deus oportuniza, mas, não realiza, pois, essa parte é completamente sua!
De agora em diante, lembre-se da velha canção “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer!” e, corajosamente, comece, ou recomece seus planos, projetos e sonhos, nunca, jamais pensando que você não pode e continuar esperando melhoras!

*Escritor-Membro da Academia Grapiúna de Letras-AGRAL-antoniodaagral26@hotmail.com-antoniomanteiga.blogspot.com